Gol registra o 9º prejuízo consecutivo, mas geração de caixa aumenta 30% no trimestre

O Estado de S.Paulo

16 de maio de 2014 | 02h05

A Gol registrou avanço na geração de caixa no primeiro trimestre e viu seu nível de endividamento desabar ante igual período do ano passado, embora tenha registrado um aumento no prejuízo líquido.

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação, amortização e leasing de aeronaves (Ebitdar) subiu 34,4% na comparação anual, para R$ 492,7 milhões. Com isso, o nível de endividamento da empresa, medido pela relação entre dívida líquida ajustada e Ebitdar, ficou em 4,8 vezes, ante uma relação de 23,3 vezes um ano antes. Porém, com o aumento das despesas financeiras, a Gol viu o prejuízo líquido crescer 27,7%, para R$ 96,1 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.