Gol suspende voos internacionais até 30 de junho em razão do coronavírus

Gol suspende voos internacionais até 30 de junho em razão do coronavírus

Operações no mercado doméstico também serão reduzidas; Previsão é de corte de 50% a 60% da malha aérea

Beth Moreira, O Estado de S.Paulo

17 de março de 2020 | 15h26

A Gol anunciou nesta terça-feira, 17, a suspensão dos voos para o exterior até 30 de junho. A medida, segundo a empresa, visa adequar as operações ao novo cenário de demandas por transporte aéreo em meio à pandemia de coronavírus.

A companhia afirma ainda que está acatando as restrições de viagem impostas pelas autoridades dos países nos quais opera, na América do Sul, na América Central e no Caribe, além de recomendações das autoridades dos Estados Unidos.

 As operações no mercado doméstico também serão reduzidas. A previsão é de um corte de 50% a 60% da malha aérea. No total, entre operações nacionais e internacionais, a companhia espera diminuir entre 60% e 70% suas operações até meados de junho.

 "A Gol acompanha de perto as recomendações dos órgãos responsáveis não só com relação à saúde e bem-estar de quem a escolhe para voar, mas também ligadas à flexibilização das políticas de remarcação e cancelamento de viagens nacionais e internacionais", afirma a companhia em nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.