Goldman Sachs reduz participação no grupo Benetton

O Goldman Sachs Group decidiu reduzir sua participação na companhia de investimentos Sintonia SA, do grupo italiano Benetton, depois das perdas que o banco de investimentos norte-americano sofreu em decorrência da crise financeira global, de acordo com fonte ouvida pela Dow Jones.O conselho da Sintonia autorizou um aumento de capital de 1,7 bilhão de euros neste sábado, abaixo dos 2 bilhões de euros autorizados em junho. A Sintonia tem investimentos na Atlantia, que opera rodovias italianas, e na maior empresa de telecomunicações da Itália, a Telecom Italia. A empresa também é proprietária da operadora que dirige o aeroporto de Roma, através de uma holding chamada Gemina.O Goldman Sachs irá participar na recapitalização da Sintonia com apenas 700 milhões de euros, abaixo dos 1 bilhão de euros que foram requeridos que o banco colocasse na Sintonia em junho. Como resultado do menor investimento, o Goldman terá apenas um membro no conselho na holding da Benetton, ao invés dos dois inicialmente planejados, o que significa que não terá poder de veto.O banco Goldman Sachs registrou prejuízo trimestral de US$ 2,12 bilhões no período encerrado em 30 de novembro, o primeiro desde que se tornou uma empresa de capital aberto, há 10 anos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.