Goldman Sachs reforça equipe de fusões e aquisições na Ásia

O Goldman Sachs nomeou John Kim como seu novo chefe de fusões e aquisições para a Ásia, com exceção do Japão, e realocará Christos Tomaras de Londres para se juntar a equipe, em meio a crescentes volumes de acordos na região.

Reuters

05 de junho de 2014 | 09h24

Kim subsituirá Richard Campbell-Breeden, que se tornará vice-presidente do Conselho para a divisão de banco de investimento para a Ásia-Pacífico com exceção do Japão, e presidente do Conselho de fusões e aquisições para a região, segundo um memorando visto pela Reuters nesta quinta-feira.

Neste papel, Campbell-Breeden vai se concentrar mais em prestar consultoria aos clientes mais importantes do banco de investimento na região.

As nomeações surgem uma vez que os volumes de fusões e aquisições na Ásia-Pacífico saltaram quase 88 por cento para 298 bilhões de dólares no acumulado do ano até agora ante igual período do ano passado, segundo dados da Thomson Reuters. Isso faz com que o período seja o melhor começo de ano já visto, ultrapassando 2008, segundo os dados.

O aumento da atividade também elevou a participação asiática nas fusões e aquisições globais para 20,3 por cento, ante 18,4 por cento no ano passado, de acordo com os dados.

Kim, que era o co-chefe nacional da Coreia do Sul e ingressou na empresa em 2000, está se mudando de Seul para Hong Kong, disse o banco de investimento norte-americano.

(Por Denny Thomas e Lawrence White)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSGOLDMNSACHSEQUIPEASIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.