Gomide nega demissão de Francisco Gros

O ministro de Minas e Energia, Francisco Gomide, disse que não tem conhecimento da possibilidade de o presidente da Petrobrás, Francisco Gros, ser demitido, conforme foi noticiado hoje na imprensa. "Não recebi nenhuma carta de pedido de demissão", disse Gomide. Segundo ele, Francisco Gros "é um grande executivo e certamente tem dado contribuições importantíssimas, pela visão global de mercado que tem". Francisco Gros vem sendo criticado pela política de preços dos combustíveis que a Petrobrás adota desde o início do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.