Google e companhias asiáticas construirão cabo submarino de US$300 mi até o Japão

A rede de cabo, que receberá o nome de "Faster", terá uma capacidade inicial de 60 terabits por segundo

REUTERS

12 de agosto de 2014 | 12h39

O Google e cinco companhias asiáticas de comunicação e telecomunicações concordaram em investir cerca de 300 milhões de dólares para desenvolver e operar uma rede de cabo atravessando o Oceano Pacífico, para conectar Estados Unidos e Japão.

A rede de cabo, que receberá o nome de "Faster", terá uma capacidade inicial de 60 terabits por segundo e conectará Los Angeles, Portland, San Francisco, Oregon e Seattle a Chikura e Shima no Japão.

A NEC, que será a fornecedora de sistema para a rede de cabo, disse que os trabalhos começarão imediatamente e que a rede estará pronta para serviço no segundo trimestre de 2016.

A rede também poderá se conectar com sistemas de cabos vizinhos, ampliando sua capacidade para além do Japão para outros países asiáticos.

O Google atualmente opera seu próprio serviço de Internet e TV ultrarrápida "Fiber" na área metropolitana de Kansas City, e tem tentado ampliar sua rede para mais cidades nos EUA.

A unidade internacional da China Mobile, a China Mobile International, a subsidiária internacional da China Telecom, a China Telecom Global, a Global Transit, da Time Dotcom, a KDDI Corp e a Singapore Telecommunications também estão envolvidas no projeto.

(Por Ramkumar Iyer)

Tudo o que sabemos sobre:
TECHGOOGLEJAPAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.