'Gosto de programar modelos de dispersão de poluentes'

Estudante do oitavo semestre que vai seguir carreira na área ambiental

O Estado de S.Paulo

20 de novembro de 2011 | 03h11

Giulia De Salve escolheu o curso de meteorologia da USP só na época de inscrever-se para o vestibular. "Queria uma carreira na área de exatas, pesquisei vários cursos e este foi o que mais me agradou. Meteorologista é uma profissão de futuro."

No primeiro semestre, Giulia já tinha decidido que no futuro iria trabalhar com meio ambiente. Hoje, aos 22 anos, está no oitavo semestre e faz estágio há um ano na Lentz Consultores em Meio Ambiente. "Trabalho na área de poluição do ar e faço licenciamento ambiental."

No trabalho, realiza estudos de dispersão atmosférica, produz parecer de dados meteorológicos para análise de risco e avalia a qualidade do ar. "O que mais gosto de fazer é programação com os modelos de dispersão de poluentes Aermod."

Quando concluir a faculdade, a meteorologista conta que pretende continuar na área ambiental.

."Escolhi o curso porque é uma profissão de futuro"

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.