Governador de MG diz acreditar em solução para ICMS

O governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia (PSDB), disse nesta quarta-feira que ainda acredita numa solução para o projeto de reforma do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). "Eu acredito sim, o governo federal mostrou boa vontade ao encaminhar o projeto ao Congresso mudando o indexador, que é parte da solução", disse, na saída de um evento sobre administração pública, em São Paulo, onde foi palestrante.

JOSÉ ROBERTO CASTRO, Agencia Estado

05 de junho de 2013 | 17h01

Apesar de querer que o governo federal faça mais concessões, Anastasia afirmou que o importante neste momento é que as conversas não parem. Há governos de Estados que pleiteiam também a redução do estoque da dívida de forma linear. "O governo, que tem a maioria expressiva no Congresso, é que vai definir o que deve ser feito ou não. É importante continuarmos com esta discussão porque, do contrário, vamos chegar a 2028 numa situação de dificuldades", disse. De acordo com ele, Minas Gerais paga R$ 6 bilhões de juros anuais à administração federal.

Tudo o que sabemos sobre:
ICMSreformaAnastasia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.