Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Governo adia prazo de declaração do Imposto de Renda para 30 de junho

Prazo para envio da declaração do Imposto de Renda venceria em 30 de abril

Lorenna Rodrigues, Idiana Tomazelli e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2020 | 19h17

BRASÍLIA - O secretário da Receita Federal, José Tostes, anunciou nesta quarta-feira, 1, que o governo vai adiar a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020 devido à pandemia da covid-19 do dia 30 abril para 30 de junho.

"Esse prazo venceria no próximo dia 30 de abril e está sendo prorrogado para entrega no dia 30 de junho. Portanto prorrogação por dois meses do prazo de entrega das pessoas físicas", afirmou o secretário.

Tostes anunciou ainda que o governo vai zerar a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) que incide sobre operações de crédito por 90 dias e o adiamento do pagamento de tributos federais para empresas. 

Como mostrou o Estadão/Broadcast, entidades como a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e os próprios auditores fiscais haviam pedido a prorrogação do prazo de entrega do IR. 

De acordo com o secretário, 27% dos contribuintes já entregaram a declaração. “Contribuintes relatam dificuldades de acesso a documentos necessários para declaração do IR, por isso tomamos essa decisão”, completou o secretário. 

Já a desoneração do IOF, segundo Tostes, foi adotada para baratear as linhas de financiamento que estão sendo abertas para reduzir o impacto econômico da pandemia. A medida custará R$ 7 bilhões ao governo. 

Foram adiados ainda os pagamentos das contribuições para o PIS/Pasep e a Cofins e da contribuição patronal devidos entre abril e maio. As empresas poderão fazer o recolhimento entre agosto e outubro. “São R$ 80 bilhões que estarão disponíveis nos caixas das empresas”, completou o secretário. 

Tudo o que sabemos sobre:
IR [Imposto de Renda]coronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.