Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Governo alemão aprova venda da Opel à Magna

O governo da Alemanha anunciou ontem que escolheu a oferta da fabricante canadense de autopeças Magna (MGA) pela subsidiária da General Motors na Europa, a Opel. A Magna é apoiada por um banco russo e pelo fabricante russo de automóveis GAZ, informou uma fonte na madrugada de sábado, horário local na Alemanha. A italiana Fiat também disputava a Opel.

AE-AP, Agencia Estado

30 de maio de 2009 | 08h37

O acordo, alcançado após horas de conversas entre políticos alemães, funcionários do governo norte-americano e funcionários das empresas, permitirá que a russa GAZ produza automóveis da Opel na Rússia, com apoio do maior banco russo, o estatal Sberbank.

Embora a decisão sobre o destinos das operações europeias da General Motors esteja nas mãos de Washington e da própria GM, Berlim jogou um papel chave nas negociações, uma vez que a Opel emprega 25 mil trabalhadores e o governo da Alemanha deverá garantir bilhões em empréstimos.

Tudo o que sabemos sobre:
criseGM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.