Governo americano pede investigação sobre WorldCom

O Departamento de Justiça dos EUA pediu a um juiz federal que indique um investigador independente para o caso do colapso da WorldCom, um agente que seria encarregarregado de investigar a queda da companhia por má administração, irregularidades e fraude. O caso seria considerado pelo juiz de falências Arthur J. Gonzalez. O pedido daria ao investigador poder de intimar testemunhas na investigação das transações da companhia. A WorldCom concordou com o pedido do Departamento de Justiça, de acordo com documentos do tribunal. O secretário de Justiça dos EUA, John Ashcroft, disse que um investigador independente iria melhorar a confiança pública. "Essa ação proporcionará transparência ao processo e aumentará a responsabilidade", disse. "Isso deverá aumentar a confiança pública na condução do caso e ajudar a preservar o valor e proteger credores e acionistas, incluindo pequenos credores e aqueles cujos fundos de pensão estavam investidos na WorldCom", acrescentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.