Governo anuncia MP para estimular contratação de domésticas

O governo anunciou, nesta segunda-feira, a Medida Provisória (MP) que inclui nas deduções do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPJ) o pagamento da previdência para as empregadas domésticas. A MP, que seria anunciada na quarta-feira, no Dia Internacional da Mulher, foi antecipada porque o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a assinou antes de embarcar para Londres. A dedução valerá para apenas uma empregada por contribuinte, com um salário mínimo. Os empregados poderão ser declarados no IR de 2007 ano base 2006, representando uma dedução de R$ 522. A expectativa é que no primeiro ano 1 milhão de empregados domésticos tenham carteira assinada e que a Receita deixe de arrecadar R$ 289 milhões, só com os contribuintes que já assinam carteiras das domésticas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.