Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Governo anuncia programa para produção de alimento em julho

Mais Alimentos deve elevar a produção em 18 milhões de toneladas por ano, incentivando a agricultura familiar

Fabíola Salvador, da Agência Estado,

10 de junho de 2008 | 11h41

O governo vai anunciar no dia 2 de julho as diretrizes do programa Mais Alimentos, que tem o objetivo de elevar a produção agrícola em 18 milhões de toneladas por ano, informou, nesta manhã, o Ministério do Desenvolvimento Agrário. De acordo com o ministério, que elaborou o programa, será criada uma linha de crédito de até R$ 100 mil para cada produtor do setor da agricultura familiar, beneficiando um milhão de agricultores até 2010. Veja também:Entenda a crise dos alimentos    O governo decidiu lançar o programa para equipar e fortalecer a agricultura familiar e se contrapor à crise alimentar mundial e à alta excessiva dos preços das commodities agrícolas e da inflação. O programa foi discutido na segunda-feira, durante reunião ministerial no Palácio do Planalto. "Todas as avaliações indicam que a crise no preço dos alimentos será de longa duração. O governo está apostando na capacidade da agricultura familiar de ampliar a produção de alimentos e, com isso, combater a inflação e garantir segurança alimentar aos brasileiros", disse o ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel. O Mais Alimentos não se restringirá a mais crédito nos bancos. O programa refaz o desenho da assistência técnica brasileira, com o aumento de investimentos no melhoramento de solo e pastagens, de sementes e de genética. Está prevista também uma transformação nas formas de produção da agricultura familiar com o incentivo à mecanização massiva: agregação de 60 mil tratores e milhares de outros implementos agrícolas. O programa ainda prevê a ampliação da capacidade de armazenagem de alimentos nas propriedades e nas cooperativas. O objetivo do Ministério do Desenvolvimento Agrário é que a agricultura familiar produza um excedente de 18 milhões de toneladas até 2010, em especial na produção de leite, milho, feijão, arroz, mandioca, trigo, aves, café, frutas, arroz e cebola. A agricultura familiar produz 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros. Esse segmento produtivo é responsável, por exemplo, por 89% da mandioca, 67% do feijão, 70% dos frangos, 60% dos suínos, 56% do leite, 69% da alface e 75% da cebola produzidos no Brasil, tanto para o mercado interno quanto para exportação.

Tudo o que sabemos sobre:
AlimentosInflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.