Governo apela a Ana Maria Braga para consumidor reduzir gastos de energia

Campanha promocional começa nesta terça, 3, com merchandising no programa 'Mais Você', da TV Globo

Anne Warth, Agência Estado

02 de março de 2015 | 19h29

A campanha para redução do consumo de energia, promovida pelo governo, começa nesta semana em cadeia nacional de rádio e TV em todo o País. As peças publicitárias serão estreladas pela atriz Taís Araújo, que vai sugerir ações para que o consumidor economize energia. Termos como racionamento e crise não serão mencionados. A primeira ação é um merchandising no programa Mais Você, apresentado por Ana Maria Braga, da TV Globo nesta terça-feira, 3. O lema da campanha é "Consumo Consciente: Levante essa Bandeira".

Neles, a atriz Taís Araújo explica o sistema de bandeiras tarifárias e sugere ao consumidor que adote medidas como banhos mais curtos, com o chuveiro elétrico na posição verão, o uso consciente do ar condicionado e o uso do ferro de passar roupa apenas uma vez por semana, entre outras. Haverá dois filmes para TV e três spots para rádio. 

A ideia da campanha é que essas ações devem fazer parte da vida de todos os consumidores, e não apenas agora, que a conta de luz subirá 50%, em média. "O esforço tem que ser coletivo. É importante que todos tenham consciência de que o custo das bandeiras tarifárias só vai cair se houver um esforço coletivo", afirmou o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Nelson Leite.

Produzida pela agência Propeg, a campanha custará R$ 20 milhões e será financiada com recursos das distribuidoras de energia, que são obrigadas a recolher 0,5% de sua receita operacional líquida para um fundo e aplicar os recursos em projetos de eficiência energética. As propagandas serão veiculadas até o fim de março. 

Não há meta de redução do consumo, embora haja uma expectativa de que os consumidores residenciais poupem 10%. Apesar do aumento das chuvas, os reservatórios das hidrelétricas estão se recuperando muito lentamente. Assinam a campanha a Abradee e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

Tudo o que sabemos sobre:
energia, ana maria braga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.