Governo apresenta Programa Primeiro Emprego

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciou com uma hora de atraso a sua participação na 3ª reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, no Palácio do Planalto. O atraso, segundo assessores, deveu-se a uma reunião com os ministros da Fazenda, Antônio Palocci, da Previdência, Ricardo Berzoini e da Corregedoria Geral da União, Waldir Pires, numa sala ao lado do gabinete do presidente, que ainda está em reformas. Antes da chegada de Lula, o secretário de Emprego do Ministério do Trabalho, Remiggio Todeschini, apresentou ao conselho a proposta do governo do Programa Primeiro Emprego, para jovens de 16 a 24 anos. Ao fazer um balanço sobre a situação do jovem brasileiro, Todeschini disse que 3,4 milhões estão sem emprego e 4,2 milhões sem trabalho e sem estudo, o que dá um total de 7,6 milhões de desocupados, sendo a maior parte afro-descendentes e mulheres. As linhas gerais do Programa Primeiro Emprego estabelecem incentivo às empresas e qualificação profissional aos jovens por meio de parceria com as escolas técnicas. Atualmente essas escolas atendem 150 mil jovens. A meta do governo é ampliar esse número para 850 mil. A exposição de Todeschini foi transmitida pelo circuito interno de TV do Palácio do Planalto. Mas assim que o presidente Lula chegou à reunião, a transmissão foi suspensa e o encontro prossegue a portas fechadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.