Governo argentino eleva projeção do PIB para 5,5%

O ministro de Economia, Roberto Lavagna, elevou a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) argentino para 5,5% neste ano. O segundo trimestre deverá alcançar, segundo ele, um crescimento em torno de 7%, a cifra mais alta desde 1998, mas nos períodos seguintes haverá uma desaceleração. Até ontem, a previsão oficial de crescimento do PIB era de entre 4,5 a 5%, mas o ministro acredita que será meio ponto a mais. Lavagna explicou que o teto de crescimento esperado passou a ser o piso das expectativas. No primeiro trimestre deste ano, o PIB cresceu 5,4% em relação ao mesmo período de 2002, após quatro anos de variações interanuais negativas, destacando que no ano anterior, a queda do PIB foi histórica: -10,9%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.