Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Governo argentino nega crise energética

O ministro de Planejamento Federal, Julio De Vido, descartou a existência de uma crise energética na Argentina mas apelou para o consumo "racional" de energia, com o objetivo de que o país possa continuar com as taxas "quase orientais" de crescimento da economia. "Apesar dos prognósticos de mau agouro da famosa e desejada crise energética, esta não chega", criticou De Vido, durante o lançamento de obras viárias para a Província de Córdoba, na Casa Rosada, no início desta tarde.De Vido reconheceu que algumas Províncias estão tomando medidas para racionalizar o uso de energia para passar o verão, como Tucumán e Misiones. Mas, segundo ele, isso "não significa, como dizem alguns, que este governo desestimule o consumo, mas sim que se consuma racionalmente".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.