seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Governo argentino pensa em ajudar a combater guerrilha na Colômbia

O governo da Argentina está disposto a avançar na análise de um tema sensível: "a participação da Argentina no conflito da Colômbia, um cenário onde os Estados Unidos projetam elevar sua declarada guerra contra o terrorismo internacional", salienta o jornal Clarín, de Buenos Aires.A mesma reportagem, diz que, na última semana, quando se repetiam as exigências do Fundo Monetário Internacional (FMI) para que a Argentina possa receber assistência financeira, a possibilidade de participar do combate à guerrilha colômbia reapareceu em despachos oficiais.A reportagem do Clarín diz ainda que uma fonte qualificada do governo admitiu que já surgiu através da Chancelaria e do Ministério da Defesa da Argentina a proposta de oferecimento de assistência militar ao exército da Colômbia na luta contra a guerrilha.A mesma fonte disse que o chanceler Carlos Ruckauf ofereceu treinar pilotos de helicópteros na Argentina. Isto teria ocorrido durante uma reunião na capital americana, em 29 de janeiro passado, com o secretário de Estado, Colin Powell, e a conselheira de Segurança Nacional, Condoleeza Rice.Era a estréia de Ruckauf como chanceler de Duhalde, e ele fazia um giro por Estados Unidos e Europa. O oferecimento foi um gesto para ratificar a intenção de alinhamento do presidente recém-assumido, mas não teve, na ocasião, resposta alguma.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.