Governo brasileiro distribui caminhões para transportar artesanato

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral, distribuiu ontem 27 caminhões, um para cada Estado, para transportar artesanato das áreas de produção para os centros consumidores. "O transporte é uma questão crucial nesse setor", disse ele, após participar da comemoração do Dia do Artesão. Amaral informou que o artesanato movimenta R$ 28 bilhões em todo o País, e o objetivo agora é dar condições para que o setor aumente sua importância na balança comercial.O Dia do Artesão também foi tema da edição de ontem do programa "Palavra do Presidente". Fernando Henrique Cardoso disse que os mais de 8 milhões de artesãos brasileiros "transformam materiais simples em bens de valor econômico e cultural". Ele disse, ainda, que "as roupas artesanais do Ceará invadiram vitrines de um importante centro da moda mundial, inclusive a tradicional Quinta Avenida, em Nova York." O presidente informou sobre a distribuição dos 27 caminhões. "Estes caminhões vão transportar as peças produzidas pelos artesãos para os centros consumidores e feiras", comentou. Um desses eventos, lembrou o presidente, é a Feira Internacional de Utilidades Domésticas (UD), que será realizada em abril, em São Paulo. De acordo com informações do Ministério do Desenvolvimento, uma área de 1.200 metros quadrados já foi reservada para expor artesanato de todo o País.

Agencia Estado,

20 de março de 2002 | 00h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.