Governo central faz economia de R$ 55,5 bi no semestre

O governo central, formado pelo Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, registrou em junho superávit primário de R$ 10,478 bilhões. O resultado primário não leva em conta as despesas com juros. O Tesouro teve resultado positivo de R$ 12,494 bilhões, que cobriu o déficit de R$ 1,903 bilhão da Previdência e de R$ 112 milhões do Banco Central.

ADRIANA FERNANDES E RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

25 de julho de 2011 | 14h47

No acumulado do primeiro semestre, o superávit primário soma R$ 55,522 bilhões, o que corresponde a 2,84% do PIB. No mesmo período do ano passado, o superávit foi de R$ 24,896 bilhões, o que equivalia a 1,43% do PIB. O Tesouro Nacional registrou uma economia de R$ 75,422 bilhões de janeiro a junho deste ano, enquanto que a Previdência Social teve déficit de R$ 19,526 bilhões no período e o Banco Central também foi deficitário em R$ 373,5 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.