Governo Central fecha 2004 com superávit de R$ 49,388 bi

As contas do governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) fecharam 2004 com superávit primário (saldo positivo) de R$ 49,388 bilhões, o equivalente a 2,80% do PIB. Esse resultado de 2004 é bem superior ao de 2003, quando as contas do governo central foram superavitárias em R$ 39,289 bilhões, o equivalente a 2,52% do PIB.As contas do Tesouro Nacional apresentaram um superávit primário de R$ 81,709 bilhões no ano, ante R$ 65,888 bilhões registrado em 2003. As contas do Banco Central em 2004 apresentaram um déficit primário de R$ 336,4 milhões ante R$ 194,7 milhões em 2003.As contas do governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) fecharam 2004 com superávit primário (saldo positivo) de R$ 49,388 bilhões, o equivalente a 2,80% do PIB. Esse resultado de 2004 é bem superior ao de 2003, quando as contas do governo central foram superavitárias em R$ 39,289 bilhões, o equivalente a 2,52% do PIB.As contas do Tesouro Nacional apresentaram um superávit primário de R$ 81,709 bilhões no ano, ante R 65,888 bilhões registrado em 2003. As contas do Banco Central em 2004 apresentaram um déficit primário de R$ 336,4 milhões ante R$ 194,7 milhões em 2003. O superávit do governo central em 2004 só não foi maior porque as contas da Previdência Social registraram déficit recorde de R$ 31,985 bilhões.Destaques em dezembroEm dezembro, o grande destaque das contas do governo central foi o superávit primário em R$ 3,988 bilhões do Tesouro Nacional. Em dezembro de 2003 as contas do Tesouro Nacional apresentaram déficit primário de R$ 1,727 bilhão.O superávit nas contas do Tesouro em dezembro, mês em que tradicionalmente o resultado é negativo, fez com que o déficit das contas do governo central no mês fosse menor: R$ 2,754 bilhões, apesar do déficit primário recorde da contas da Previdência. O resultado ficou abaixo das previsões dos analistas para dezembro, cujo intervalo era de R$ 3,1 bilhões a R$ 7 bilhões.As contas do governo central em dezembro de 2003 haviam registrado um déficit primário bem superior ao registrado em 2004, de R$ 5,958 bilhões. As contas do Banco Central em dezembro de 2004 apresentaram déficit primário também elevado, de R$ 139,3 milhões, comparativamente a R$ 24,4 milhões obtidos em dezembro de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.