finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Governo 'colhe frutos' da coragem que teve em 2003, diz Lula

Segundo presidente, País não é afetado pela crise nos mercados pois fez o que precisava ser feito no passado

LISANDRA PARAGUASSÚ, Agencia Estado

23 de agosto de 2007 | 16h35

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a dizer, nesta quinta-feira, 23, que o Brasil não está sendo afetado pela crise dos mercados porque o governo fez o que precisava ser feito no passado. "Estamos colhendo os frutos da coragem que tivemos em 2003", discursou Lula no almoço de encerramento do encontro da Associação Brasileira de Indústrias de Infra-estrutura de Base (Abdib). "O que nós estamos colhendo hoje, que pode ser anunciado pelos ministros que vieram aqui, é o resultado de todo o sacrifício que nós fizemos em momentos de muita dificuldade", afirmou.  O presidente disse aos empresários reunidos no encontro que precisou enfrentar os sindicalistas, que queriam resolver o problema dos operários no primeiro ano de governo, enquanto os empresários queriam que o governo fizesse "tudo o que não tinha sido feito em três décadas". "Nós tomamos a decisão de qualquer pessoa de bom senso tomaria. Primeiro nós temos que arrumar a casa, primeiro nós temos que controlar a economia brasileira, para depois chegarmos à situação que chegamos".

Tudo o que sabemos sobre:
aversão ao riscoLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.