André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Governo contabiliza hoje 252 votos a favor da reforma da Previdência, diz Perondi

Segundo o vice-líder do governo na Câmara, Darcísio Perondi (PMDB-RS), aliados do Executivo contam ainda outros 140 deputados que estariam 'indecisos' sobre como votarão em relação às mudanças nas regras das aposentadorias

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

05 Dezembro 2017 | 18h17

BRASÍLIA - O governo contabiliza hoje 252 votos a favor da reforma da Previdência, afirmou ao Broadcast Político o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do governo na Câmara e um dos responsáveis por contabilizar os votos para a proposta.

Segundo ele, governistas contam ainda outros 140 deputados que estariam "indecisos" sobre como votarão em relação às mudanças nas regras das aposentadorias.

++Líder do PMDB diz que partido já tem maioria a favor da reforma da Previdência

Para aprovar a reforma na Casa, o governo precisa de pelo menos 308 votos em cada uma das duas votações no plenário. Governistas dizem, porém, que só topam votar a matéria se tiverem cerca de 330 votos a favor garantidos.

O governo espera conseguir mais apoios após o fechamento de questão de grandes partidos da base aliada, além do efeito de pesquisas que mostram resistência menor da sociedade à reforma.

++'Municípios terão R$ 3 bi se reforma da Previdência for aprovada', diz Eliseu Padilha

Como mostrou mais cedo o Estadão/Broadcast, o presidente Michel Temer acertou com o relator da proposta, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), tentar começar a discutir a reforma no plenário a partir da próxima segunda-feira, 11.

Com isso, o governo espera concluir os dois turnos da votação da matéria no plenário da Câmara ainda na próxima semana, tarefa considerada difícil por lideranças governistas.

VEJA TAMBÉM Em Sergipe, protestos contra a reforma da Previdência param ônibus e banco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.