Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Governo de SP anuncia primeiro mutirão do emprego online, com cerca de 10 mil vagas

Cadastro dos currículos começa nesta segunda-feira, 28, na plataforma Meu Emprego Vaga Certa

Heloísa Scognamiglio, O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2020 | 17h03

O governo de São Paulo anunciou nesta segunda-feira, 28, a 5ª edição do Mutirão de Emprego. O evento, realizado em anos anteriores no Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, será virtual pela primeira vez por causa da pandemia de covid-19. A iniciativa é parceria do governo estadual com a União Geral dos Trabalhadores (UGT).

Segundo o governo, cerca 10 mil vagas de emprego serão oferecidas através da plataforma Meu Emprego Vaga Certa, desenvolvida pela startup de tecnologia Crafty em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

 

“Devido à pandemia, a inscrição será online, o que vai facilitar o trabalho daqueles que buscam sua oportunidade de trabalho e também a segurança dos trabalhadores”, disse o governador João Doria (PSDB), durante coletiva de imprensa.

Para ele, uma grande vantagem da plataforma digital é a ampliação de vagas, antes restritas à capital e que agora foram expandidas para Grande São Paulo, litoral e interior. As empresas de todo o Estado poderão participar do mutirão cadastrando as oportunidades de emprego na plataforma, o que deve aumentar o número de regiões e de vagas oferecidas. 

O mutirão de emprego também conta com parceria do Centro Paula Souza e do Sebrae-SP e oferecerá inscrições para cursos de qualificação profissional.

Como se inscrever

As inscrições foram abertas nesta segunda-feira, 28. Para participar do mutirão, os candidatos devem cadastrar seus currículos pelo site www.meuemprego.sp.gov.br/vagacerta até a próxima sexta-feira, 2. Caso o interessado não tenha acesso à internet, os Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs) do Estado estarão disponíveis para auxiliar no cadastro.

Na semana seguinte, do dia 5 a 9 de outubro, será realizada a seleção dos perfis dos inscritos. As empresas irão visualizar os candidatos pela ordem em que eles se cadastraram - ou seja, quem tiver realizado a inscrição primeiro, será visualizado antes.

Após o cadastro dos currículos, os participantes poderão ser direcionados para o site do Poupatempo e acessar diversos serviços digitais do Estado, como a carteira de trabalho digital. Os trabalhadores selecionados para as vagas serão contatados diretamente pela empresa interessada.

O Mutirão de Emprego também possibilitará a inscrição do candidato em cursos de qualificação profissional na área de gestão de negócios, finanças, planejamento empresarial, tecnologia e idiomas, dos Programas Empreenda Rápido e Via Rápida, em parceria com a Univesp.

O trabalhador ainda poderá optar por se inscrever em cursos customizados do Programa Minha Chance na plataforma do Via Rápida, formatados pelo Centro Paula Souza especialmente para atender às necessidades das empresas Atento, Niazi Chohfi e Carrefour. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.