Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Governo de SP promete iniciar obras de trem SP-Guarulhos em 2008

Uma ligação ferroviária entre ocentro da capital paulista e o Aeroporto Internacional deCumbica, em Guarulhos, começará a ser construída no início dopróximo ano e deverá estar pronta em 2010, ao custo de 3,4bilhões de reais, informou o governo de São Paulo nestaterça-feira. Além do trem direto e rápido para Cumbica, a linha teráoutro trem para Guarulhos passando por três estações, saindo dobairro do Brás, na capital, com destino ao Parque Cecap, emGuarulhos. Os trens terão velocidade superior a 100 quilômetrospor hora. O governo informou que está estudando duas propostasrecebidas de consórcios e que haverá um único edital tanto parao chamado "Expresso Aeroporto" como para o Trem de Guarulhos,que irão trafegar pela mesma ferrovia. A construção será feita a partir de uma ParceriaPúblico-Privada (PPP), cujas diretrizes devem ser concluídas emsetembro. Pelo projeto de referência desenvolvido pela CompanhiaPaulista de Trens Metropolitanos (CPTM), divulgado pelogoverno, o Expresso Aeroporto percorrerá os 31 quilômetros dotrajeto em 20 minutos, com um intervalo de saída entre os trensde 12 minutos. A capacidade, por dia, será de 20 milpassageiros. Apesar das propostas terem sido apresentadas em abril, otrem ligando o centro de São Paulo ao aeroporto internacionalganhou maior visibilidade nas últimas semanas, após o aeroportode Congonhas, na capital, ter sido palco do pior acidente aéreoda história do país, que deixou cerca de 200 mortos. Após o acidente com o Airbus da TAM no dia 17, que sechocou com prédios perto de Congonhas após não ter conseguidopousar, cerca de 150 vôos terão de ser transferidos paraCumbica. Em até dois meses, Congonhas deixará de ser ponto deconexões e receberá apenas vôos ponto a ponto, além de outrasnormas estabelecidas pelo Conselho de Aviação Civil para atacara crise aérea.

FERNANDA EZABELLA, REUTERS

31 de julho de 2007 | 13h55

Tudo o que sabemos sobre:
BRASILAEREASTREMGUARULHOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.