Governo destaca grau de investimento em meio à crise

O governo comemorou a concessão aoBrasil do grau de investimento pela agência de risco Standard &Poor's nesta quarta-feira destacando a relevância de a nota tervindo em um momento de crise internacional. "No meio de uma crise, onde vários países estãofragilizados, o Brasil aparece como um país fortalecido, quereúne condições de solidez e de sustentabilidade", afirmou oministro da Fazenda, Guido Mantega, em entrevista à imprensa. Para Mantega, a solidez da economia é resultado de umcrescimento robusto, com contas fiscais e inflação sobcontrole, apesar da pressão dos preços dos alimentos. A agência de classificação Standard & Poor's elevou aavaliação do Brasil a "BBB-" nesta quarta-feira. O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmouque a decisão da S&P reflete principalmente o aumento daresistência da economia do país a choques externos. "É um momento certamente muito significativo para o Brasilporque o investment grade é conseguido em um momento deincerteza e instabiladade econômica internacional", disseMeirelles em teleconferência com jornalistas em Brasília. "Isso mostra o aumento da resistência da economiabrasileira a choques externos." O governo vinha argumentando que as agências declassificação estavam demorando para reconhecer os avanços daeconomia brasileira. Em entrevista à Reuters no início deste mês, o ministroPaulo Bernardo (Planejamento) afirmou que a obtenção da notaera "irrelevante." Dias depois, Mantega afirmou não estar"muito obrigado" com o grau de investimento pois consideravaque a economia brasileira já havia reunido as condiçõesnecessárias para tal. Nesta tarde, Mantega afirmou que, com o grau deinvestimento, o Brasil "está recebendo reconhecimentointernacional de que nossa política econômica é eficiente." (Reportagem de Isabel Versiani e Ana Nicolaci da Costa)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.