Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Governo deve conseguir retirar só 4 assinaturas a favor de CPI

Pelas contas da oposição, esforço da base governista não será suficiente para impedir instalação de comissão

Leonardo Goy e Nélia Marquez, da Agência Estado,

15 de maio de 2009 | 12h56

Mesmo com a estratégia do governo de trabalhar para a retirada das assinaturas, a CPI da Petrobras ainda corre o risco de ser instalada. Pelas contas dos senadores da oposição, o governo vai conseguir retirar no máximo quatro das 32 assinaturas do requerimento. Para abortar a CPI, o governo precisaria retirar seis assinaturas, uma vez que, pelo regimento da Casa, o mínimo de adesões é de 27.

 

A retirada das assinaturas poderá ser feita até a meia noite desta sexta-feira, 15, por fax ou e-mail, utilizando a chamada assinatura eletrônica. No requerimento de criação da CPI constam assinaturas de 12 senadores do DEM, 9 do PSDB, 8 do PMDB, 2 do PTB e uma do PDT.

 

São os seguintes os senadores que assinaram o requerimento:

 

- DEM

Adelmir Santana (DEM-DF)

Agripino maia (DEM-RN)

Demosthenes Torres(DEM-GO)

Jayme campos (DEM-MT)

Heráclito Fortes (DEM-PI)

Kátia Abreu (DEM-TO)

Marco Maciel(DEM-PE)

Antonio Carlos Junior (DEM-BA)

Raimundo Colombo(DEM-SC)

Efraim Moraes(DEM-PB)

Gilberto Goeller (DEM-MT)

Maria do Carmo Alves (DEM-SE);

 

- PSDB

Flexa Ribeiro - (PSDB-PA)

Eduardo Azeredo (PSDB-MG)

Arthur Virgilio (PSDB-AM)

Alvaro Dias (PSDB-PR)

Sérgio Guerra (PSDB-PE)

Lucia Vânia (PSDB-GO)

Cícero Lucena (PSDB-PB)

Tasso Jereissati (PSDB-CE)

Papaléo Paes (PSDB-AP);

Mário Couto (PSDB-PA)

Marconi Perillo (PSDB-GO)

João Tenório(PSDB-AL)

Marisa Serrano (PSDB-MS);

 

- PMDB

Pedro Simon (PMDB-RS)

Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE)

Mão Santa (PMDB-PI)

Geraldo Mesquita Junior(PMDB-AC);

 

- PTB

Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR)

Romeu Tuma(PTB-SP);

 

- PDT

Cristovam Buarque (PDT-DF).

Tudo o que sabemos sobre:
CPI da PetrobrasSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.