Governo deve criar condições para BC fazer política monetária expansionista, diz Mantega

Mantega disse que a atividade está se recuperando no segundo semestre; e afirmou que a Copa afetou o resultado do segundo trimestre

REUTERS

28 de agosto de 2014 | 11h57

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quinta-feira que o governo tem de ajudar a criar condições para que o Banco Central adote uma política monetária mais expansionista no futuro, e defendeu que a economia terá maior crescimento em 2015.

Mantega, que comenta o projeto de lei do Orçamento de 2015, disse ainda que a atividade está se recuperando neste segundo semestre, e argumentou que a produção e o consumo foram afetados no segundo trimestre por conta da Copa do Mundo, que reduziu o número de dias úteis.

Os comentários do ministro vieram um dia antes de o IBGE divulgar o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do trimestre passado. Pesquisa Reuters indica que houve retração de 0,4 por cento no período sobre o primeiro trimestre, com grandes chances de ter caído em recessão técnica na primeira metade do ano.

(Reportagem de Luciana Otoni; Texto de Patrícia Duarte)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROMANETGABC*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.