Governo deve prorrogar CPMF logo, diz Bernardo

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, informou que o governo deve enviar ao Congresso Nacional nos próximos dias o projeto de Lei que prorroga a DRU e a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Segundo Bernardo, o governo havia deixado o assunto para um segundo momento, mas dado o trabalho volumoso que os parlamentares terão com as matérias ligadas ao PAC, o Planalto resolveu tentar adiantar a votação. "De fato, nós optamos por deixar para um segundo momento, mas não podemos demorar muito", disse o ministro. De acordo com Bernardo, o governo não está preocupado com o trâmite da matéria, pois acredita que já há um consenso razoável sobre a necessidade de se prorrogar ambos tributos. "Creio que temos condição de estabelecer um diálogo grande com a base aliada e com a oposição", finalizou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.