Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

"be water"

Coluna Leandro Miranda: como se moldar à nova economia após a covid-19?

Governo divulga calendário de pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial

Pagamentos serão realizados a partir de 20 de maio, mas saques dos R$ 600 só ficarão disponíveis a partir de 30 de maio; beneficiários do Bolsa Família vão poder sacar antes; 2ª parcela ficará disponível para quem recebeu a 1ª até 30 de abril

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de maio de 2020 | 08h39
Atualizado 19 de maio de 2020 | 11h06

O governo federal publicou no Diário Oficial da União o calendário da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600. As datas são divididas em duas partes: a primeira, para disponibilização do valor em formato digital; a segunda, para saques escalonados. 

De acordo com o texto publicado nesta sexta-feira, 15, os calendários da segunda parcela valem para as pessoas que receberam a primeira parcela do auxílio até o dia 30 de abril. O crédito será depositado em poupança social digital aberta em seu nome, assim como foi feito na primeira operação.

Em entrevista coletiva online realizada nesta segunda-feira, 18, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou que para todos que são do CadÚnico ou que se cadastraram pelo site ou aplicativo do auxílio emergencial será criada uma conta Poupança Social Digital gratuita, mesmo que tenha cadastrado uma outra conta para receber a primeira parcela.

Até a data prevista para saque, o valor do auxílio só poderá ser movimentado pelo aplicativo CAIXA Tem para pagamento de contas e compras online com o cartão de débito digital, que pode ser feito também por meio do aplicativo. No entanto, não será possível fazer a transferência desse valor para outra conta bancária.

"Nós percebemos no primeiro saque que, dos 20 milhões que tinham conta digital, 13 milhões acabavam realizando uma transferência DOC para um amigo, para o pai, o filho, a filha. Isso acabava gerando um descontrole do ponto de vista dos saques", explica Guimarães. Segundo ele, o maior objetivo do banco é evitar filas e aglomerações nas agências tanto da própria Caixa quanto de outros bancos.

Para quem cadastrou uma conta poupança da Caixa ou uma conta de outro banco para receber a primeira parcela, o valor disponível na conta poupança social digital será totalmente transferido para a conta indicada no dia do saque de acordo com o aniversário do beneficário. Mesmo que o dinheiro da conta digital tenha sido movimentado, o restante disponível ainda será transferido.

Confira abaixo as datas para disponibilização dos valores e de saques em espécie. 

Auxílio emergencial de R$ 600 em poupança 

  • 20 de maio (quarta-feira) - para pessoas nascidas entre janeiro e fevereiro 
  • 21 de maio (quinta-feira) - para pessoas nascidas entre março e abril 
  • 22 de maio (sexta-feira) - para pessoas nascidas entre maio e junho 
  • 23 de maio (sábado) - para pessoas nascidas entre julho e agosto 
  • 25 de maio (segunda-feira) - para pessoas nascidas entre setembro e outubro 
  • 26 de maio (terça-feira) - para pessoas nascidas entre novembro e dezembro 

Saques do auxílio emergencial de R$ 600 

  • 30 de maio (sábado) - para pessoas nascidas em janeiro 
  • 01º de junho (segunda-feira) - para pessoas nascidas em fevereiro 
  • 2 de junho (terça-feira) - para pessoas nascidas em março 
  • 3 de junho (quarta-feira) - para pessoas nascidas em abril 
  • 4 de junho (quinta-feira) - para pessoas nascidas em maio 
  • 5 de junho (sexta-feira) - para pessoas nascidas em junho 
  • 6 de junho (sábado) - para pessoas nascidas em julho 
  • 8 de junho (segunda-feira) - para pessoas nascidas em agosto 
  • 9 de junho (terça-feira) - para pessoas nascidas em setembro 
  • 10 de junho (quarta-feira) - para pessoas nascidas em outubro 
  • 12 de junho (sexta-feira) - para pessoas nascidas em novembro 
  • 13 de junho (sábado) - para pessoas nascidas em dezembro 

Calendário auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família 

O calendário de saques dos valores do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família será diferenciado. A diferenciação das datas será realizada de acordo com o número final do NIS (Número de Identificação Social). 

  • 18  de maio (segunda-feira) - NIS 1 
  • 19 de maio (terça-feira) - NIS 2 
  • 20 de maio (quarta-feira) - NIS 3 
  • 21 de maio (quinta-feira) - NIS 4 
  • 22 de maio (sexta-feira) - NIS 5 
  • 25 de maio (segunda-feira) - NIS 6 
  • 26 de maio (terça-feira) - NIS 7 
  • 27 de maio (quarta-feira) - NIS 8 
  • 28 de maio (quinta-feira) - NIS 9 
  • 29 de maio (sexta-feira) - NIS 0

Novo lote de pagamentos da primeira parcela

Durante a coletiva desta segunda, a Caixa também informou como vai funcionar o pagamento da primeira parcela para quem ainda não recebeu. Os benefícios começam a ser liberados nesta terça-feria, 19, para os nascidos em janeiro, e seguem até dia 29, sexta-feira da próxima semana. Os beneficiários que receberem nesse novo lote já podem fazer o saque em espécie assim que o crédito cair na conta. O pagamento escalonado por dia e data de nascimento tem como objetivo limitar o número de pessoas nas agências da Caixa e casas lotéricas, já que as datas vão coincidir com os pagamentos dos beneficários do Bolsa Família. Segundo Pedro Guimarães, o cálculo foi feito para manter uma média de 2,5 milhões de pessoas realizando o saque do auxílio por dia.

Confira abaixo calendário do pagamento do novo lote da primeira parcela do auxílio emergencial:

  • 19 de maio (terça-feira) - nascidos em janeiro
  • 20 de maio (quarta-feira) - nascidos em fevereiro
  • 21 de maio (quinta-feira) - nascidos em março
  • 22 de maio (sexta-feira) - nascidos em abril
  • 23 de maio (sábado) - nascidos em maio, junho e julho
  • 25 de maio (segunda-feira) - nascidos em agosto
  • 26 de maio (terça-feira) - nascidos em setembro
  • 27 de maio (quarta-feira) - nascidos em outubro
  • 28 de maio (quinta-feira) - nascidos em novembro
  • 29 de maio (sexta-feira) - nascidos em dezembro

Guimarães também afirmou que quem receber a primeira parcela agora só receberá a segunda parcela um mês após esse primeiro pagamento.

Como se cadastrar no aplicativo CAIXA Tem

Para se cadastrar no aplicativo CAIXA Tem, baixe o app para seu Android na Play Store ou para o seu iOS pela App Store. Depois de instalar, abra o aplicativo e clique no botão "Sou beneficiário". Na tela seguinte, digite o número do seu CPF. Se estiver tudo correto, você receberá um código por SMS. Digite esse código na próxima tela do aplicativo e clique em "Continuar".

Em seguida, o aplicaito vai informar que é preciso criar um usuário e senha para acessar sua conta poupança social digital. Clique em "Continuar". Caso apareça a tela inicial do aplicativo, clique em "Entrar". Na tela seguinte, é preciso entrar com o seu login Caixa. Se você já estiver cadastrado, basta entrar com seu CPF e senha. Caso não esteja é possível criar o login na hora. Clique em "Cadastre-se" e preencha seus dados conforme forem solicitados (CPF, nome completo, data de nascimento e email). Cadastre uma senha e clique na caixa "Não sou um robô". Se estiver tudo certo, entre no seu endereço de email, veja a mensagem autmática e clique no link de verificação de email. Se tudo correr bem, volte ao aplicativo CAIXA Tem e acesse com seu CPF e a senha cadastrada. O aplicativo ainda pedirá seu número de celular e CEP de residência.

Se tudo correr bem, aparecerá a tela principal do aplicativo. Clique na opção "Auxílio Emergencial" e, em seguida, clique no botão "Consultar o Auxílio na Poupança Social Digital". Na tela seguinte, será preciso associar o dispositivo celular ao CPF do login Caixa. Clique em "Continuar". Talvez você precise responder mais algumas perguntas, usadas para o aplicativo garantir a sua identidade. Preste atenção para responder todas as perguntas corretamente. Caso alguma resposta esteja incorreta, o processo não poderá ser concluído.

Em seguida clique no botão "Receber código". Verifique sua caixa de mensagems SMS do celular e digite o novo código na próxima tela. Se tudo der certo, você chegará a uma tela em que poderá cadastrar um nome para o dispositivo. Isso serve para você identificar qual celular está cadastrado no login Caixa para o auxílio emergencial. Insira o nome e clique em "Continuar". Quando voltar para a tela de bate-papo do auxílio emergencial, clique em "Consultar a minha Poupança Social Digital". Por fim, você poderá movimentar o dinheiro do benefício.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.