coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Governo diz que setor produtivo não é afetado pela crise

A briga do mercando financeiro com o Banco Central, que está fazendo o dólar e o risco país dispararem, não afeta os investidores do setor produtivo, disse hoje o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral. Ele afirmou que, nas conversas que têm mantido com investidores, eles têm demonstrando que "a economia brasileira continua sendo uma boa aposta." Segundo Amaral, os investidores não estão preocupados com o momento atual, mas com a perspectiva de médio e longo prazos. Para o ministro, a volatilidade do mercado, nas bolsas, e do dólar "não diz respeito ao investidor direto."LulaAo chegar na Confederação Nacional do Comércio (CNC), onde está sendo empossado como membro do Conselho Superior do Movimento Brasil Competitivo (MBC), o ministro reiterou a avaliação de que o clima de incerteza no mercado se deve à posição dos partidos políticos e do candidato (do PT, Luiz Inácio Lula da Silva), melhor colocado na pesquisa, "que tem deixado margem para ambigüidades."Amaral afirmou que, "enquanto não houver esclarecimentos sobre as perspectivas eleitorais, evidentemente, se manterá esse clima de incerteza".

Agencia Estado,

12 de junho de 2002 | 16h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.