Governo do Japão pode comprar ações na bolsa, diz jornal

O governo do Japão está considerando comprar ações diretamente no mercado usando recursos públicos, publicou o jornal Nikkei nesta quarta-feira, em um momento em que a queda das bolsas abate o capital dos bancos. O ministro das Finanças, Kaoru Yosano, afirmou na terça-feira que o governo estava procurando expandir compra de ações e outras medidas para auxiliar o mercado. Com o índice da bolsa de Tóquio perto das mínimas em 26 anos, o jornal publicou que o governo pode ir além da compra de ações de bancos e entrar no mercado. Os advogados dos partidos governistas do país estão estudando formas de impulsionar os preços das ações até 31 de março, data de balanço financeiro anual de muitas empresas, segundo a agência de notícias Kyodo. O Japão permitiu que os bancos domésticos não deduzam as perdas com ações de seu capital, mas os maiores bancos do país, grandes detentores de ações, têm sido forçados a levantar bilhões de dólares em capital novo conforme cai o valor de suas carteiras. "Se muitos bancos tentarem levantar capital ao mesmo tempo, isso pode piorar ainda mais a economia", disse Shirakawa em pronunciamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.