Governo do Japão vê economia 'piorando rapidamente'

O governo do Japão reduziu sua avaliação sobre a economia pelo quarto mês seguido em seu relatório econômico de janeiro, citando o crescente ritmo de deterioração da economia. O governo disse que a "economia está piorando rapidamente", em uma avaliação muito parecida com a do mês anterior, com exceção da palavra "rapidamente".Trata-se da avaliação mais pessimista do governo sobre a economia desde novembro de 2001, a última vez em que usou termo similar. Ao acrescentar "rapidamente", o governo enfatiza sua crescente preocupação com a piora das condições econômicas e acrescenta um tom de urgência ao debate sobre a resposta política apropriada.No relatório, o governo disse que a "severa volatilidade nos mercados acionários e de câmbio pode empurrar a economia japonesa ainda mais para baixo".O índice Nikkei 225, da Bolsa de Tóquio, caiu 42% em 2008, a maior queda já registrada. Em 2009, considerando o fechamento de ontem, a queda acumulada é de 6,8%. Enquanto isso, o iene tem se segurado bem em torno de 90,50 ienes para o dólar. Um iene valorizado prejudica os exportadores japoneses, ao tornar os produtos deles mais caros no exterior, além de prejudicar o lucro com o menor retorno na conversão das vendas externas para iene.Refletindo essas condições, o governo disse que "os lucros corporativos estão caindo substancialmente e o investimento empresarial está declinando". O governo japonês também reduziu a avaliação sobre as exportações e as importações, por causa da "queda generalizada no comércio global", informou uma autoridade do gabinete do governo. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.