Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Governo dos EUA bate de frente com Uruguai por denúncia à OMC

Os Estados Unidos apresentaram ao Uruguai uma nota em que mostra sua "divergência" pela decisão do Governo de Tabaré Vázquez de denunciar a política americana de subsídio ao arroz à a Organização Mundial do Comércio (OMC). A nota manifesta "uma mistura de surpresa e decepção", e afirma que o Governo do presidente George W. Bush "teria preferido" que o Uruguai apelasse para mecanismos "mais diplomáticos", informa neste sábado o jornal El Observador citando fontes diplomáticas e oficiais.Há duas semanas, o Uruguai decidiu recorrer pela primeira vez à OMC para resolver uma disputa comercial, segundo o ministro uruguaio das Relações Exteriores, Reinaldo Gargano. O Governo do Uruguai atendeu à solicitação colocada pelos produtores de arroz do país, que culpam o subsídio americano pela perda de mercados, principalmente, na África do Sul, América Central e Caribe. Segundo a acusação uruguaia, a administração americana apóia os produtores de arroz com pagamentos diretos e de seguros por colheita, o que considera subsídios.Os uruguaios também acusam o Departamento de Agricultura do Governo americano de aplicar um programa de empréstimos para os produtores quando os preços mundiais do arroz ficam abaixo de um valor de referência pré-fixado. A reclamação do Governo dos EUA é interpretada como um "reflexo" de que o Uruguai obterá bons resultados quando concretizar sua demanda à OMC.Cinco escritórios de advogados dos EUA se ofereceram ao Governo uruguaio para levar adiante sua demanda à OMC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.