José Cruz/ Agência Brasil
José Cruz/ Agência Brasil

Governo economizou cerca de R$ 1 bi com trabalho remoto de servidores, diz Ministério da Economia

Valor considera a redução de R$ 859 milhões nos gastos de custeio e de R$ 161 milhões nos pagamentos de auxílios para os servidores, entre os meses de abril e agosto

Sandra Manfrini, O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2020 | 10h56

 BRASÍLIA - O governo federal já economizou cerca de R$ 1 bilhão com o trabalho remoto de servidores públicos durante a pandemia da covid-19, informou nesta sexta-feira, 25, o Ministério da Economia. O valor considera a redução de R$ 859 milhões nos gastos de custeio e de R$ 161 milhões nos pagamentos de auxílios para os servidores, entre os meses de abril e agosto de 2020.

"Parte dos servidores está em teletrabalho desde o início da pandemia. Fizemos o acompanhamento mensal dos gastos de custeio e verificamos a diminuição em itens como diárias, passagens e despesas com locomoção e também com energia elétrica, água e esgoto", explica, por meio de nota, o secretário de Gestão da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do ME, Cristiano Heckert. Segundo ele, os recursos economizados em gastos administrativos podem ser destinados ao atendimento direto à população.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.