Governo eleva meta de exportações no ano para US$190 bi

Exportações crescem 23,8% ano, quase metade da expansão das importações no período, de 50,6%

Rosana de Cassia, da Agência Estado,

11 de julho de 2008 | 12h06

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior elevou para US$ 190 bilhões a meta das exportações brasileiras de 2008. Segundo nota divulgada nesta sexta-feira, 11, o Ministério decidiu rever a meta, depois de analisar o desempenho das vendas do País no primeiro semestre e as perspectivas para o segundo.   De janeiro a junho deste ano, de acordo com dados do Ministério, as exportações brasileiras somaram US$ 90,645 bilhões, valor 23,8% maior que o registrado no mesmo período do ano passado (US$ 73,214 bilhões). A meta anterior, definida no início do ano, era de US$ 180 bilhões.   A nota, porém, não destaca o aumento das importações no mesmo período. De acordo com os dados da Secretaria de Comércio Exterior, no acumulado do ano, até junho, as importações aumentaram 50,6% em relação ao mesmo período de 2007, quando as compras somaram de US$ 52,635 milhões.   Esse crescimento desproporcional entre importações e exportações tem levado à redução do saldo comercial do País em 2008. Até a primeira semana de julho, o superávit da balança comercial registrava queda de 45,8% no acumulado, somando US$ 11,655 bilhões. O ministério não faz previsão para as importações brasileiras e, portanto, para o saldo comercial. No mercado, segundo o último relatório Focus, a previsão é de superávit de US$ 22,8 bilhões neste ano.   (com Reuters)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.