Governo esbarra na falta de recursos do FGTS

A idéia do governo de atrair o pequeno investidor para as futuras privatizações pode esbarrar na falta de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com dados da Caixa Econômica Federal (CEF), dos R$ 81,6 bilhões do ativo do fundo, só estão disponíveis para utilização neste programa R$ 3,1 bilhões, ou 3,8% do total. Isso porque a maior parte dos recursos do FGTS já está comprometida com outros programas da Caixa. As operações de crédito em habitação, por exemplo, consomem R$ 39,9 bilhões e as relacionadas a saneamento e infra-estrutura, mais R$ 26,8 bilhões. O diretor de Transferência de Benefícios da CEF, José Renato Corrêa de Lima, admite que a fonte de recursos é limitada.Lima explica que, se os agentes financeiros, como a antiga Cohab, quitarem o Fundo de Compensação das Variações Salariais (FCVS) nos próximos meses, cerca de R$ 3 bilhões poderão ingressar na conta do FGTS. Mas não há garantia de que isso ocorra. Desde 1997, já se transformaram em títulos do Tesouro R$ 7 bilhões de recursos do FCVS, uma média de R$ 2,3 bilhões por ano. Campanha publicitária do FGTS Nesta semana, a Caixa vai iniciar uma campanha publicitária para esclarecer aos donos das 67 milhões de contas sobre a possibilidade de uso do FGTS. A Caixa também vai abrir a possibilidade de o trabalhador utilizar a Internet para verificar o saldo de sua conta.O período de registro dos interessados irá de 27 de junho a 25 de julho, já que o leilão está marcado para o dia 1º de agosto, na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro. De acordo com o diretor da Caixa, se o trabalhador não se inscrever em um Fundo Mútuo de Privatização (FMP) até a data-limite, não poderá optar depois por esta forma de investimento. As regras definitivas devem ser divulgadas esta semana pelo banco Crédit Suisse First Boston Garantia, responsável pela modelagem de venda. Para atrair os pequenos investidores, o governo dará um bônus de 10% sobre o valor aplicado para quem comprar as ações com o FGTS. Se o dinheiro for mantido em ações por pelo menos um ano, o investidor receberá outro bônus de 10%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.