Gustavo Raniere / Ministério da Fazenda
Gustavo Raniere / Ministério da Fazenda

Governo espera aprovar venda de distribuidoras da Eletrobrás na próxima semana

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, se reuniu com principais líderes da Câmara para explicar a privatização; de acordo com Dyogo Oliveira, do BNDES, edital será divulgado nesta sexta-feira

Cynthia Decloedt, Francisco Carlos de Assis e Eduardo Laguna, O Estado de S.Paulo

13 Junho 2018 | 11h38

 O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, disse que o governo tem expectativa de aprovação, na semana que vem, da privatização das distribuidoras da Eletrobrás, após apresentação feita na Câmara dos Deputados na segunda-feira à noite.

+ Mesmo com decisão do TRT, empregados da Eletrobrás permanecem em greve

+ Tribunal libera leilão de distribuidoras da Eletrobrás

"Na segunda-feira à noite tivemos reunião com o presidente da Câmara e os principais líderes da casa, eu e o presidente da Eletrobrás, para explicar a privatização das seis distribuidoras. Temos expectativa de que seja aprovado na semana que vem e encaminhado para o Senado", afirmou.

O comentário foi feito no contexto de uma agenda legislativa que o governo tem trabalhado, durante discurso na cerimônia de posse da nova diretoria da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), que acontece em São Paulo. 

+ Venda da Eletrobrás não sai este ano

Guardia comentou que, apesar do momento difícil, particularmente nas últimas três semanas, foram aprovadas a reoneração da folha de pagamento, o cadastro positivo, a duplicata eletrônica e os distratos de imóveis. 

"Temos tido interlocução e vemos matérias importantes avançando. Talvez os temas não tenham grande impacto na economia, mas em seu conjunto terão impacto na eficiência e contribuirão para o crescimento potencial no futuro", afirmou.

Edital. O presidente do BNDES, Dyogo Oliveira, informou nesta quarta-feira, 13, que o edital da privatização de seis distribuidoras da Eletrobrás será divulgado ainda na sexta-feira.

"É o pontapé efetivo do processo das distribuidoras. No Congresso, a boa notícia é que aprovaram a urgência da votação do PL projeto de lei que destrava a venda das distribuidoras. É uma pauta super importante da agenda de reformas. Havia alguma dificuldade, mas conseguimos destravar essa agenda", disse Oliveira após participar de um evento promovido pelo Santander na capital paulista.

Em entrevista a jornalistas, ele chegou a dizer que o banco estava se preparando para soltar ainda nesta quarta-feira o edital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.