Governo espera decisão da Varig para retomar fusão com TAM

O ministro da Defesa, José Viegas, afirmou há pouco que o governo está aguardando o pedido da Varig para a cassação da liminar concedida pela juíza Gisele Guida de Faria, da 2ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, que suspendeu o processo de fusão da companhia aérea com a TAM. A decisão da juíza também reconduziu o executivo Gilberto Carlos Rigoni à presidência do Conselho da FRB-Par, que é a holding controladora do grupo Varig. Segundo o ministro, até a manhã de hoje, o Ministério da Defesa não havia recebido nenhuma informação a respeito de uma iniciativa dos advogados da Varig em suspender a liminar para retomar o processo de fusão com a TAM. "Quem opera essa questão é a FRB. São eles quem têm de tomar a iniciativa de cassar a liminar. O governo só pode esperar", disse o ministro. Ele participa de um almoço, no Comando da Aeronáutica, com o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu. Após o almoço, Viegas receberá uma comissão de parlamentares do Rio Grande do Sul que pretende discutir o processo de fusão Varig-TAM e os últimos impedimentos legais.

Agencia Estado,

08 Julho 2003 | 14h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.