Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Governo estende cobertura de seguro às cias. aéreas

O governo chinês estendeu pelo décimo-quarto mês a cobertura de seguro contra guerra e terrorismo para as companhias aéreas do país, segundo informações da mídia estatal. A China vem prolongando todo mês, de forma rotineira, a cobertura de seguro para as companhias aéreas, desde que as seguradoras limitaram a cobertura para danos em guerra e terrorismo em US$ 50 milhões, devido aos atentados de 11 de setembro de 2001 nos EUA. Devido ao fato de essa restrição ser considerada insuficiente para atender todos os possíveis pedidos de seguro no caso de um acidente ou ataque terrorista, o governo chinês concordou em cobrir qualquer risco adicional para o setor aéreo local, em bases mensais. Isso alivia a necessidade de as operadoras da China contratarem seguro privado adicional à taxas mais elevadas. EUA e EuropaOs governos dos EUA e da Europa fornecem suporte semelhante às suas companhias aéreas. A cobertura do governo para pedidos de seguro sobre as companhias aéreas comerciais da China devido à guerra ou atentados terroristas continuará até 24 de dezembro de 2002, afirma a agência de notícias Xinhua News.

Agencia Estado,

25 de novembro de 2002 | 10h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.