Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Governo estuda comprar asfalto direto da Petrobras

Na tentativa de resolver as precárias condições das rodovias federais, o governo estuda a possibilidade de adquirir o cimento asfáltico diretamente da Petrobras, o que reduziria em pelo menos 30% o custo de manutenção das estradas. A proposta provocou muita preocupação entre as empresas distribuidoras de asfalto.Composto por cerca de 25 empresas, o setor tem o governo como principal cliente. De acordo com dados da Associação Brasileira de Distribuidoras de Asfaltos (Abeda), mais de 90% dos negócios realizados pelas empresas são feitos com o poder público. "O que nos preocupa é o grau de contaminação que esse projeto provocará", disse o presidente da Abeda, Wellington Sandim, se referindo à adesão dos governo estaduais ao projeto. Segundo ele, em uma situação como essa apenas as grandes e médias distribuidoras sobreviveriamA posição é contestada pelo diretor-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT), do Ministério dos Transportes, José Antonio Coutinho. De acordo com ele, o projeto do governo, visa à compra do asfalto diretamente da Petrobras e não a distribuição. Segundo Coutinho, a única coisa que mudará é que, em vez de as empresas construtoras se encarregarem tanto de comprar como de colocar o asfalto nas estradas federais, o governo adquirirá o produto diretamente da Petrobras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.