Governo federal avalia subsídio de R$1 bi por ano para aviação regional

O governo federal avalia conceder subsídio de 1 bilhão de reais por ano para a aviação regional, disse o ministro da aviação civil, Moreira Franco, nesta segunda-feira.

Reuters

19 de maio de 2014 | 13h11

Segundo o ministro, o subsídio será feito diretamente no preço da passagem, por assento.

"O subsídio valerá para um determinado número de assentos e determinados tipos de aeronaves. A ideia é que, na média, a passagem fique mais barata", disse o ministro a jornalistas, após palestra em seminário sobre infraestrutura da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

A Secretaria de Aviação Civil informou que o subsídio valerá para metade dos assentos da aeronave limitado a 60 assentos.

Moreira Franco disse também que deve enviar ao Congresso uma proposta para criar esse subsídio. Segundo ele, o governo também está analisando mecanismo jurídico para que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) também passe a fiscalizar as obras dos aeroportos da Infraero, como a agência já faz hoje com os terminais concedidos à iniciativa privada.

O ministro admitiu que está havendo atrasos em obras da Infraero mas afirmou que isso não prejudicará o atendimento aos passageiros na Copa do Mundo.

(Por Roberta Vilas Boas e Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASSUBSIDIOREGIONAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.