Governo formaliza nova proposta aos funcionários do BC

O governo formalizou hoje uma nova proposta de reajuste salarial aos funcionários do Banco Central (BC), que estão em greve há 30 dias. Pela nova proposta, os servidores do banco teriam aumento de 6% em janeiro de 2006 e mais 4% em janeiro de 2007.Presentes ao encontro, os representantes sindicais dos servidores do BC rejeitaram a nova proposta e disseram que o mínimo aceitável era um aumento de 10% já no primeiro mês do próximo ano.Diante do impasse, o governo se prontificou a realizar uma nova reunião de negociação na segunda-feira. "É possível que a reunião seja antecipada", disse o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do BC (Sinal) de Brasília, Paulo Calovi.Ainda hoje acontece uma assembléia dos funcionários que decidirá sobre os rumos do movimento. A proposta anterior do governo era pagar um aumento de 5,72% em janeiro do próximo ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.