Governo inicia reestruturação da Eletronorte

O governo federal começa a colocar em prática a reestruturação da Eletronorte tendo como objetivo a privatização da empresa do Grupo Eletrobrás, que está instalada em 58% do território brasileiro, nos Estados do Pará, Amazonas, Mato Grosso, Rondônia, Roraima, Acre, Amapá, Tocantins e Maranhão, atuando nas áreas de geração e transmissão de energia.Em princípio, a remodelação da companhia deverá ocorrer em duas etapas, sendo que, com as modificações colocadas em prática até o fim de julho, a empresa deverá reverter seu déficit operacional de R$ 700 mi, em 1999, para um lucro bruto acima de R$ 55 mi, em 2001. A primeira fase da reestruturação prevê o repasse para a Eletrobrás de áreas deficitárias da Eletronorte e de pagamentos de subsídios em tarifas de energia. Na segunda etapa, que deve começar no fim de 2001, a Eletronorte deverá ser cindida em áreas de transmissão e geração e, posteriormente, o setor de geração será dividido em companhias regionais, com atuação por Estado, controladas por uma holding a ser definida (Eletrobrás ou Eletronorte).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.