Governo intervém em mais dois fundos

O ministro da Previdência Social, Waldeck Ornélas, decretou ontem intervenção em mais dois fundos de pensão patrocinados por empresas estatais. São eles o Saneprevi, dos funcionários da Companhia de Saneamento de Mato Grosso e o Silius, dos servidores da Companhia de Silos e Armazéns do Rio Grande do Sul. Além da intervenção nos dois novos fundos de pensão, o ministro decidiu que quatro outras entidades estão sob fiscalização direta e análise dos documentos para verificar se estão cumprindo a paridade exigida e não apresentam déficit atuarial. São eles os fundos de pensão dos funcionários da Companhia de Saneamento do Rio Grande do Sul (Corsan), dos servidores da Emater do Ceará (Fapece), dos funcionários da Terracap do Distrito Federal (Funterra) e da Companhia de Água e Esgotos do Rio de Janeiro (Prece).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.