Governo investiga se Ambev descumpriu acordo de fusão

A Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça instaurou hoje um processo administrativo contra a cervejaria Ambev que teria descumprido o acordo de fusão da Brahma e Antarctica, em abril de 2000, assinando com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).Caso fique comprovado a irregularidade, o Cade poderá suspender a fusão, além de aplicar multas previstas na lei de concorrência. Segundo denúncia da rede de cervejaria paulista Braumeister, a Ambev estaria exigindo exclusividade da Brahma.A SDE adotou também medida preventiva contra a Ambev que, segundo a Braumeister, teria mandado recolher os equipamentos de tiragem de chope e iniciado ações judiciais para fazer valer a exclusividade. A medida preventiva pede a suspensão da cláusula de exclusividade e manda restituir em quinze dias todos os equipamentos retirados pela Ambev dos cinco pontos de venda da rede. O descumprimento da medida preventiva pode implicar multa diária de 50 mil Ufirs (R$ 53 mil).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.