Nilton Fukuda/Estadão - 28/5/2015
Nilton Fukuda/Estadão - 28/5/2015

Governo lança carteira de trabalho digital

Novo modelo poderá substituir a edição impressa em breve; a versão traz o registro de todos os empregos do trabalhador

Fernando Nakagawa e Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

22 de novembro de 2017 | 05h00

BRASÍLIA - A carteira de trabalho ganhou uma versão digital que poderá substituir a edição impressa em breve. Lançado ontem, o aplicativo “Carteira de Trabalho Digital” traz o registro de todos os empregos do trabalhador. O sistema já conta com informações de 37 milhões de trabalhadores e o banco de dados será ampliado nos próximos meses até atingir a totalidade dos empregados.

O aplicativo gratuito dará acesso a todos os contratos de trabalho registrados em carteira, seja o atual ou os antigos. O sistema começou a funcionar com a base de dados da chamada carteira de trabalho informatizada – modelo mais recente do documento, que tem os dados pessoais impressos. Nos próximos meses, o sistema incluirá dados mais antigos e chegará a 70 milhões de pessoas.

++MP da reforma trabalhista já recebeu recorde histórico de emendas

Segundo o Ministério do Trabalho, a ideia é que o aplicativo tenha valor legal e possa ser usado para comprovar emprego ou uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no crédito imobiliário. Para isso, o sistema precisa ser ampliado, o que está programado para acontecer em 2018.

++Com a reforma trabalhista, 'talvez a gente não precise de 5 mil juízes do Trabalho', diz Maia

O Ministério também lançou nesta terça-feira, 21, a possibilidade de pedir seguro-desemprego pela internet, ampliou o sistema público de busca de empregos e inaugurou uma plataforma de formação profissional com cursos gratuitos pela internet.

Todos os sistemas foram desenvolvidos pela Dataprev, estatal da tecnologia da informação. O presidente da empresa, André Leandro Marques, admitiu discretamente que o governo continua atrasando pagamentos à empresa.

++Especialista explica o novo contrato de trabalho intermitente; confira

“Independentemente das dificuldades do governo ou atrasos no fluxo de caixa do Ministério, continua o nosso compromisso de entrega dos serviços. Ou seja, não é nada que impeça a prestação de serviços de forma tempestiva”, disse.

::: Mande um WhatsApp para o E&N. O número é: 11 99439-3766 :::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.