Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Governo lança o projeto "jovem empreendedor"

O ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, lançou hoje, em parceria com o Sebrae e o Banco do Brasil, o projeto "Jovem Empreendedor". Os recursos disponíveis, da ordem de R$ 100 milhões, foram liberados pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), desde julho do ano passado, mas só agora serão utilizados na capacitação dos jovens e no financiamento necessário para montar um negócio.Segundo o consultor do Sebrae responsável pelo programa, Marcelo Lima Costa, as inscrições serão abertas no período de 28 de junho a 27 de julho e poderão ser feitas em qualquer um dos 500 postos do Sebrae espalhados pelo País.Os candidatos são os jovens de idade entre 16 e 24 anos, necessariamente da famílias pobres, com renda familiar per capita de meio salário mínimo. Os jovens deverão estar cursando o ensino fundamental ou médio. Uma vez selecionados para o projeto, os jovens serão capacitados pelo Sebrae em cursos de 75 horas.Linhas de créditoJunto com o Sebrae será elaborado um plano de negócios, que habilitará os jovens a pegar o crédito necessário no Banco do Brasil. Existem três modalidades de crédito. O auto-emprego, que permite aos jovens a retirada de até R$ 10 mil, pelo prazo de 60 meses, com 12 de carência.Os jovens poderão também construir micro e pequenas empresas. Nesse caso o limite de crédito é de até R$ 50 mil, com 84 meses para o pagamento e 18 de carência. Por último virão as cooperativas, onde o teto para empréstimo é de R$ 5 mil por beneficiário e R$ 100 mil por cooperativa. O prazo também é de 84 meses para o pagamento com carência de 18 meses.Todas as modalidades de crédito serão integralmente garantidas pelo Fundo de Aval para Geração de Emprego e Rendas (Funproger) e pelo Fundo de Aval às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Sebrae. As taxas de juros que serão cobradas do financiamento ainda estão em discussão no Banco do Brasil.

Agencia Estado,

17 de junho de 2004 | 12h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.