Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Governo mantém projeção de crescimento do PIB em 1,60% em 2018, mas admite revisão

Ministério do Planejamento manteve projeção de crescimento do PIB de 1,6%, mas secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, admitiu possibilidade de revisão até o final do ano

Eduardo Rodrigues e Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

21 Setembro 2018 | 15h57

A equipe econômica manteve a projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2018 em 1,60%, de acordo com a nova grade de parâmetros macroeconômicos divulgada nesta sexta-feira, 21, pelo Ministério do Planejamento. No entanto, o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, admitiu a possibilidade de revisão da estimativa até o fim do ano.

"Já estamos caminhando para o fim do ano. Podemos fazer uma revisão na projeção do PIB ainda, mas a nossa estimativa é próxima da do mercado”, afirmou.

No último Boletim Focus, elaborado pelo Banco Central, a projeção de mercado apontava para um crescimento de 1,36% neste ano.

Sobre a redução da projeção de crescimento da massa salarial de 4,2% para 3,1%, Mansueto citou o ritmo ainda lento de recuperação do emprego formal no País. “Isso tem um efeito direto na queda da projeção da arrecadação previdenciária”, completou.

Já a projeção do governo para a inflação medida pelo IPCA em 2018 passou de 4,2% para 4,1%. Na última pesquisa Focus, as estimativas dos analistas eram de um IPCA de 4,09% neste ano.

O Ministério do Planejamento também revisou a projeção para o IGP-DI de 2018, de 7,9% para 8,3%. A estimativa da pasta para a Selic média em 2018 passou de 6,48% para 6,46% ao ano.

A projeção do governo para o câmbio médio em 2018 passou de R$ 3,59 para R$ 3,65.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.