Governo monitora ações sociais das multinacionais

Desde meados do ano, o Ministério da Fazenda está monitorando se as empresas multinacionais que atuam no Brasil operam de acordo com normas internacionais fixadas pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Elas tratam de relações de trabalho, defesa do consumidor e meio ambiente, entre outros.Esse trabalho vem sendo feito na Secretaria de Assuntos Internacionais (Sain) do ministério, onde foi instalado o Ponto de Contato Nacional (PCN). ?Não aplicamos nenhum tipo de penalidade?, disse o diretor do PCN, Antonio Gustavo Rodrigues. ?Nosso trabalho vai mais na direção de chamar a atenção para a responsabilidade social dessas empresas.?Ele disse que as normas da OCDE surgiram da constatação de uma tendência de instalação de subsidiárias de empresas multinacionais em países em desenvolvimento. ?Havia uma preocupação em evitar práticas como utilização de mão-de-obra infantil e outras práticas?, disse. Uma rede internacional de PCNs permite que os problemas sejam tratados no país onde estão ocorrendo e também junto à sede.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.